Bolo Real x Bolo Fake.

25/04/2014 por Fernanda Barni de Almeida comentários

FOTO36091946

A tradição de bolo nas festas de casamento iniciou na Roma Antiga, com uma mistura de farinha, água, sal e fermento. Com o passar do tempo, os italianos foram aprimorando suas técnicas gastronômicas e adicionaram açúcar, mel, frutas secas, nozes e especiarias.

Há relatos de que o primeiro bolo de casamento de dois andares foi feito também na Itália, para o casamento de Catarina de Médici, ainda  no século XVI.

Posteriormente, já na Inglaterra, os bolos foram cobertos com Marzipã, e começaram a parecer mais com a “cara” dos bolos que somos acostumados a ver hoje em dia.

Ao escolher seu bolo de casamento, opte por um sabor que agrade à maioria. Para facilitar a escolha, o melhor é agendar uma prova do doce com a confeiteira, antes da contratação. Sobre a quantidade, não é preciso exagerar, já que há outros doces na festa. Uma conta de cerca de 70 a 100 gramas de bolo por convidado são suficientes.

Quanto à decoração e o modelo do bolo, você pode usar a sua imaginação! Há inúmeros modelos cobertos com flores (naturais ou de açúcar), pérolas e laços de pasta americana, e a maior novidade do momento, os naked cakes.

Assim, após a cerimônia, ao entrar no salão, o casal já se dirige à mesa do bolo (que pode estar em uma mesa própria ou disposto na mesa de doces) para fazer o corte e brindar com champagne. É muito importante que o bolo seja cortado já no início da festa, para garantir boas fotos deste momento tão especial.

A primeira fatia do bolo deve ser cortada pelos Noivos, que seguram juntos a espátula, e à frente de todos os convidados. Mais ao final da festa, o maître termina de cortar as fatias e as distribui entre os convidados.

A tradição do corte do bolo, infelizmente, vem perdendo força nos casamentos. Para baratear custos, com a desculpa de ser mais prático ou de correr menos risco de quebra, algumas Noivas tem optado por um bolo FAKE, ou seja, uma maquete ou um bolo cenográfico. Isto quer dizer que o bolo fake é INTEIRAMENTE falso, uma maquete de isopor coberta de açúcar, fica somente de decoração na mesa de doces. Este “bolo” se quer é cortado, pois um outro bolo já vem fatiado da cozinha e servido aos convidados.

Acontece que o bolo do casamento tem mais significado do que uma simples peça de DECORAÇÃO. A tradição do corte de bolo significa a PARTILHA da vida do novo casal para com os convidados. O bolo vai UNIR os convidados, vai celebrar a presença de cada um deles na festa. É um símbolo de união!

Além disso, a tradição do corte do bolo não termina no dia do casamento. Reza a lenda, que o casal deve guardar CONGELADA uma fatia do bolo e comer no dia do aniversário de UM ANO de casamento. Promete trazer MUITA sorte.

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
comentários