Etiqueta no Casamento! – CASAR ES {Espírito Santo}

14/05/2013 por Fernanda Barni de Almeida comentários

487518_146180848900635_230926962_n

O post de hoje é sobre o Workshop Etiqueta no Casamento, com Fábio Arruda, que é autor do livro “Etiqueta não tira férias”, no qual participei durante o Evento Casar no Espírito Santo 2013.

O consultor deu ótimas dicas de etiqueta para os Noivos e também para os convidados, tudo feito de forma muito bem humorada, ajudando a evitar as gafes que podem “minar” as festas de casamento. Confiram!

* SEMPRE

1) CASAIS SEPARADOS NO ALTAR – Se os pais do Noivo/Noiva forem separados e casaram novamente com outras pessoas, é de bom tom fazer com que todo mundo se sinta importante. Todos possuem carinho especial pelos Noivos e devem ser valorizados. Monte com sua cerimonialista um esquema onde cada um tenha um papel. E ainda, se por algum motivo, os pais que estão separados não se dão bem entre si, tente organizar o altar de maneira que um fique ao lado oposto do outro, para evitar situações desagradáveis.

2) PADRINHOS – Em relação a convite para padrinho/madrinha, um NÃO também é resposta. É mais válido um não sincero do que um sim mentiroso. Os padrinhos devem ser pessoas que possuem uma relação histórica com o casal, que querem o bem, que vão ajudar caso algum problema ocorra. Não o amigo que vai levar pra “balada” quando brigarem, mas o que vai conversar, ajudar a acalmar, a resolver. Por este motivo, se o seu padrinho estiver namorando uma pessoa e você não quiser convidá-la como madrinha, não é necessário. Mas, se possível, tenha uma conversa franca com a pessoa, avisando que são poucas “vagas” para padrinhos e você tinha outras prioridades. E convide a pessoa a sentir-se como se fosse padrinho. Se o casal for oficialmente casado (ou noivo!) é de bom tom convidar os dois.

3) PRESENTES – O presente não é uma obrigação de nenhum convidado. A importância está no gesto e não no benefício. Casamento não é uma transação comercial! Não existe uma equivalência, os noivos não precisam ganhar o que estão gastando na festa. O casamento é a celebração da união do casal, é a divisão da felicidade com os convidados. Se você resolver dar um presente aos Noivos, dê algo com significado. Se tiver uma lista de SUGESTÕES priorize o gosto do casal e não o seu. Sair da casa dos pais implica em montar uma nova casa e o casal apreciará muito ganhar um presente. É indispensável, também, que os noivos agradeçam os presentes. Não é necessário cartão de agradecimento, mas um telefone ou uma mensagem são muito gentís.

4) GARÇONS – Avise os garçons para que não aceitem gorgetas de nenhum convidado. Ele está sendo bem pago para fazer seu serviço e não para priorizar o atendimento de um ou outro convidado.

5) PONTUALIDADE – Ninguém gosta de ficar esperando. Então, se você marcou o casamento para as 19:30, esteja próxima à cerimônia neste horário. Atrasos de mais 20 minutos não são intoleráveis.

6) CONVITE – É mais gentil que todos sejam convidados para a cerimônia e para a festa. Caso necessário, reduza o número de convidados da lista.

7) CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA – Os convidados DEVEM confirmar presença, SIM. Facilita a organização do evento e evita desperdícios.

* JAMAIS

1) ADENDO NO CONVITE – NUNCA colocar um clips no convite de casamento com cartãozinho de Lista de Presentes. Primeiro que não seria uma Lista de Presentes, já que dar presente não é uma obrigação, e sim, uma Lista de SUGESTÕES de Presentes. E depois, sendo uma festa íntima, seus convidados vão conversar com você ou com alguém da sua família e vão saber onde ir. Se não, é mais bem visto fazer um site com informações sobre o casamento e informar o endereço do site no rodapé do convite ou do Save The Date.

2) DEPÓSITO EM DINHEIRO – Os Noivos JAMAIS devem especificar o tipo de presente, devem sempre sugerir. Pior ainda, nunca podem pedir dinheiro aos convidados. Presente de casamento não é transação financeira! Se um convidado oferecer uma quantia em dinheiro, porém, não há problema em aceitar.

3) MESAS SUJAS – É falta de educação o convidado pegar o docinho e deixar a forminha na mesa ou mordê-lo e caso não gostar, deixar por lá. Mas, se por acaso isto acontecer, converse com seu Cerimonialista para que ele tenha alguém responsável (uma copeira) para que retire as forminhas que foram utilizadas.

4) BRIGAR PELO BOUQUET – Meninas, evitem cotoveladas e empurrões na hora em que a Noiva joga o bouquet. Pegar o bouquet é uma tradição e não uma certeza de que vai encontrar o marido.

5) EXAGERAR NOS DOCES – Os convidados até podem levar alguns docinhos, mas sem exageros. A conta são 7 doces por pessoa e não 21! Contenha-se!

6) COMPARECER SOMENTE À FESTA – Os convidados devem se organizar para estarem presentes tanto na festa quanto na Igreja.

7) CARREGAR O ARRANJO DA MESA – Não pode! Faz parte da decoração e os Noivos terão que prestar contas dos objetos que “sumiram”. Não leve nada que não lhe foi entregue!

8) MADRINHAS VESTINDO BRANCO OU PRETO – Não é permitido, a menos que a Noiva escolha a cor da roupa das madrinhas com uma destas cores. Se a noiva exigir a cor do vestido, do terno ou da gravata, é de bom tom que a Noiva pague por isso, dê de presente, ou pelo menos, forneça o tecido.

9) PASSAR A GRAVATA DO NOIVO EM TROCA DE DINHEIRO – Não pode. Constrange o convidado a participar de algo que ele não deseja e não leva em consideração todas as outras despezas que este teve para estar ali.

E aí, Noivinhas? Gostaram das dicas? São valiosíssimas, não é mesmo?

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários