Como usar o “Something Blue” no casamento.

18/02/2016 por Fernanda Barni de Almeida comentários

Há uma antiga tradição inglesa que diz trazer boa sorte para o casamento e vem sendo difundida cada vez mais, em todo mundo: o something blue. O costume pede que a Noiva utilize um item na cor azul durante sua cerimônia de casamento, para deste modo, atrair a felicidade de um casamento duradouro, fértil e próspero para o casal.

Esta tradição nasceu do seguinte ditado:

“Something old, something new,
Something borrowed, something blue,
And a silver sixpence in her shoe”.

Que traduzido para o português quer dizer:

“Alguma coisa antiga, alguma coisa nova,
Alguma coisa emprestada, alguma coisa azul,
E uma moeda de prata no seu sapato”.

E quem é que nunca ouviu alguém recitando esta rima em um filme de casamento, não é mesmo?

Geralmente, a família da Noiva é a responsável por providenciar estes amuletos e entregá-los de presente para a Noiva, antes do dia da festa. Eles são pequenos gestos de amor para os Noivos, entregues pela mãe, a irmã ou algum dos familiares dos Noivos, que desejam o “felizes para sempre” do casal.

O item antigo tem o intuito de relembrar os antepassados da família, também representando a continuidade da família. A Noiva pode, por exemplo, utilizar algum item que já foi usado por sua avó, como um par de brincos.

O item novo quer significar novas ofertas e otimismo para o futuro do casal, trazendo muita boa sorte. A Noiva pode utilizar, por exemplo, um par de sapatos novos neste dia.

O item emprestado simboliza a felicidade emprestada aos Noivos. Ele garante que o casal tenha somente pessoas queridas à sua volta, que tenha sempre um ombro amigo para ajudar em seus problemas. Um grampo de cabelo emprestado de uma amiga, por exemplo, já resolveria este problema.

A moeda no sapato é um desejo de boa sorte e prosperidade nas finanças do casal. Só é preciso ter cuidado para acomodá-la em um lugar que não vá machucar os pés da Noiva. Para que não escape do sapato durante a cerimônia, pode ser colada com um esparadrapo na sola do sapato.

A cor azul, por si só, representa a pureza, o amor e a fidelidade. Da mesma forma, a Noiva que utilizar um item azul em seu traje, terá a mesma sorte. No “grande dia”, a maioria das Noivas utiliza o tom de azul em brincos ou em sua lingerie, mas no post de hoje, resolvemos apresentar novas formas de seguir esta antiga tradição. Confiram!

* Anel de Noivado: As pedras azuis são tão elegantes quanto o diamante e fazem uma bela composição para o anel de noivado. Que tal apostar em um modelo de aliança com uma pedra azul? Não ficaria lindo?

ga_p05_anel_de_noivado

* Bouquets: Os bouquets de Noiva também são uma bonita opção para utilizar a cor azul. Há belíssimas flores neste tom e a cor sempre alegra as composições.

ga_p05_bouquets

* Sapatos: Os sapatos de casamento precisam ser elegantes e confortáveis! Além disso, é preciso escolher um par de sapatos que você também possa usar após o casamento. Neste caso, os sapatos azuis são uma ótima opção, pois a cor é super versátil.

ga_p05_sapatos

* Damas e pajens: Eles trazem alegria e encanto para as cerimônias de casamento! Utilizando trajes em tons de azul, ainda trazem mais elegância ao ritual.

ga_p05_damas_e_pajens

* Bolo de casamento: O bolo é sempre a estrela da festa! E como a cor azul é super versátil, ela fica elegante em qualquer combinação na mesa de doces.

ga_p05_bolos

* Decoração: O azul tem muitos tons e todos eles ficam elegantes na decoração de casamento, seja com a suavidade do azul claro ou na opulência do azul marinho.

ga_p05_decor

 

Só é preciso levar um detalhe em consideração! Para cada linha do versinho da tradição, é preciso usar um item diferente na produção. O amuleto não pode ser, por exemplo, um brinco azul, e ao mesmo tempo, emprestado pela avó da Noiva. O item something blue precisa de um objeto que o represente, bem como, o item antigo precisa de um outro item.

Nada disso é garantia de uma boa sorte na vida conjugal, mas com certeza, todo carinho ajuda. Boa sorte para nós!

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
comentários