As flores de lapela para o Noivo.

25/08/2015 por Fernanda Barni de Almeida comentários

Alguns românticos dizem por aí, que a flor de lapela surgiu durante o noivado do Príncipe Albert com a Rainha Vitória, ainda no século XIX. Folclore ou não, a moda pegou entre os Noivos, e desde então, é usada com o intuito de diferenciar o Noivo, os pais e os padrinhos do restante dos convidados na festa de casamento.

A lapela é a parte anterior ou superior de um paletó e que se encontra virada para o lado de fora. A flor de lapela recebe este nome, pois precisa ficar presa exatamente sobre a lapela. Isto quer dizer que, para usa-la corretamente, você precisa primeiro estar usando um paletó (ou seja, em casamentos despojados, como os realizados na praia, em que o Noivo não usa um paletó, a melhor opção é não usar uma flor de lapela) e depois, quer dizer que a flor não pode estar presa na camisa, nem no suspensório, nem presa sobre o bolso do paletó, nem colocada dentro do bolso.

Se o Noivo e os padrinhos estiverem usando o mesmo traje, como por exemplo, todos vestindo terno ou meio fraque, a cor da flor do Noivo deve ser diferente da cor da flor dos padrinhos, já que o Noivo merece um destaque especial. Contudo, se o Noivo estiver de fraque e todos os padrinhos vestindo um outro traje, como por exemplo um terno, a flor de lapela pode ser a mesma para todos, já que neste caso, a roupa já diferencia o Noivo dos padrinhos.

A boutonnière, como também é chamada, deve ser usada sempre no lado esquerdo do paletó e apesar de muitos usarem no mesmo traje, a flor posicionada na lapela e um lenço dobradinho no bolso, isto não é o correto. A verdade é que é preciso optar: ou se utiliza o lenço aparecendo no bolso do paletó ou usa a flor anexada à lapela.

Tradicionalmente, o cravo é a flor mais utilizada para este fim, por conta de seu significado de amor leal. O Noivo e o pai da Noiva, já que acompanham a Noiva, usam um cravo branco, enquanto que o pai do Noivo e os padrinhos utilizam cravos na cor vermelho.

Atualmente, os Noivos tem optado por flores de lapela combinando com as flores do bouquet da Noiva e para o restante dos convidados, uma flor diferenciada. E fica realmente uma gracinha! Mas é preciso tomar alguns cuidados:

1) As flores são presas com um alfinete na lapela, sendo assim, escolha uma flor com o cabo mais grosso e durinho, para que a flor não se despedace;

2) A flor também não deve ter pétalas muito sensíveis, pois o Noivo vai abraçar muitos dos convidados e não pode ficar com o aspecto amassado e desleixado;

3) Opte por flores menores e mais delicadas, as flores de lapela não podem chamar mais atenção do que o Noivo e também não devem fazê-lo sentir-se desconfortável;

4) Tome cuidado com o acabamento do cabinho da flor, que não deve ficar aparecendo muito, nem deve ser grande demais;

5) Previna-se, pois as flores são frágeis! Por isso, peça para sua florista fazer um número maior de boutonnières do que as que serão utilizadas na cerimônia. Se algo acontecer com a flor de alguém, a melhor opção é ter uma outra disponível para realizar prontamente a troca.

Depois de todas estas dicas, certamente ficará mais fácil escolher a flor de lapela certa para o “grande dia” de vocês. Mesmo assim, resolvemos terminar o post com algumas sugestões que retiramos do Pinterest do Blog (vocês já estão seguindo a gente lá?):

Elegante – Se o casamento for acontecer durante a noite, com ternos mais escuros, opte por combinações de flores mais sóbrias e gravatas clássicas. E lembre-se, escolha entre usar a flor de lapela ou usar o lenço, não use as duas opções juntas. Abaixo, selecionamos algumas idéias:

elegante

Clássico – Para os Noivos que mesmo casando durante o dia, com ternos mais claros, preferem usar as opções mais clássicas, sugerimos cores mais suaves e flores mais discretas. E não esqueçam de escolher entre a flor de lapela e o lenço, pois as duas opções não devem ser usadas juntas, pois poluem o visual. Abaixo, algumas sugestões:

classico

Moderninho – Se o seu Noivo faz o tipo moderno e vocês vão casar em uma cerimônia mais despojada, durante o dia e ao ar livre, por exemplo, deixe-o completamente à vontade para escolher a combinação das flores de lapela e gravatas. Mas lembre-se, ou utilize um lenço no bolso do paletó ou a flor de lapela. Abaixo, fizemos algumas sugestões:

moderninho

Black Tie – Em casamentos em que o Noivo decidir usar um smoking (traje não tão usual para casamentos em Igreja – os mais comuns são terno, fraque e meio fraque) as flores de lapela estão dispensadas, assim como o uso do lenço. O smoking é um traje elegante por si só (apesar de ser considerado um traje semi-fromal) e não deve adicionar nenhum item que ofusque a beleza do look. Contudo, se o Noivo insistir em usar uma flor de lapela, opte por uma combinação de flores mais discreta, como estas abaixo (e use ou o lenço ou a flor de lapela):

black-tie

Vintage – Como citamos no “corpo” do post, quando o Noivo não usa um paletó, opção mais comum em casamentos durante o dia e ao ar livre, ele não deveria utilizar nenhuma florzinha. Mas, se mesmo assim, seu Noivo insistir, faça a vontade dele! O importante é ele estar feliz, se sentir incluído e importante nos preparativos da festa. Para estes casos, sugerimos as opções abaixo:

vintage

E aí? Gostaram das opções? No Pinterest e no Instagram do Blog tem muito mais! “Espia” a gente lá também!

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
comentários