Quer dicas para escolher o Vestido de Noiva?

24/11/2015 por Fernanda Barni de Almeida comentários

Como você se imagina no dia do seu casamento: com um vestido branco ou off white? Com rendas aplicadas ou com bordados? Com uma saia fluída ou rodada?

Para escolher o vestido certo para uma data tão especial quanto o seu casamento, é preciso conhecer mais do que o vestido que ilustrava os seus sonhos de menina. Sim, é lógico que o modelo escolhido precisa refletir a sua personalidade, mas há outras características a se levar em consideração nesta tarefa, como: o horário da cerimônia, sua idade, o estilo escolhido para o casamento e o seu tipo físico.

Mas, antes de escolher qualquer detalhe, um primeiro conselho: defina um orçamento limite para o seu vestido de noiva. E uma dica de ouro: resista à tentação de provar vestidos que custem mais do que você possa pagar. Já converse sobre este assunto com a atendente da loja, antes que ela te mostre as opções. Pode acontecer de você se apaixonar por uma peça com um valor que vá abalar todo o restante do contexto financeiro da festa, ou ainda, se você conseguir se manter firme e decidir não levar a peça, pode ficar desapontada ou frustada e comprometer a prova de um vestido que esteja dentro do seu orçamento. Confie em mim, é melhor não arriscar.

Além disso, é preciso optar entre uma das duas opções para adquirir um vestido de Noiva:

1) Compra – Quando o dinheiro não for um problema, ter o luxo de usar um vestido exclusivo é uma delícia. Depois de usá-lo no seu grande dia, você pode guardar para emprestar a sua filha, pode vender na internet (o que tem sido bem comum nos dias de hoje), ou ainda, pode fazer uma boa ação e doar para alguém que esteja precisando.

a) Com um estilista – Neste caso, a imaginação é o limite! Escolha alguém de sua confiança e que você conheça bem o trabalho. Ele vai desenhar um modelo especial para você, respeitando todas as suas características e os seus desejos. Como o vestido vai ser feito inteirinho sob medida, é preciso começar este processo com bastante antecedência, de pelo menos uns seis meses da data do casamento.

b) Com uma marca – Se você quer um vestido exclusivo, mas tem medo de esperar pelo resultado final da peça, pode optar por um vestido ready to wear de uma marca que você goste. Isto vai diminuir muito a sua ansiedade, pois o vestido só vai precisar de alguns ajustes para o seu corpo. Se a marca for brasileira, é preciso procurar a loja com pelo menos três meses de antecedência, para que tenham tempo de realizar os ajustes. Mas, se o vestido for importado, é preciso de seis a oito meses de antecedência, por conta de todo o processo de importação e o tempo reservado para os ajustes.

2) Aluguel – Para quem acredita que só vai usar o vestido de Noiva uma vez (não pensa em reformá-lo para usar em outra ocasião ou guardar para a filha, por exemplo), esta é a melhor opção. Você escolhe o modelo, usa no seu grande dia e depois devolve para a loja. O custo é bem menor do que o de comprar um vestido e você ainda não precisa se preocupar com o espaço que ele ocuparia no armário.

a) Primeiro aluguel – Neste caso, o vestido é exclusivo e nunca foi usado, mas assim que a festa acaba, você é obrigada a devolver a peça ao estilista ou à loja. Os preços são pelo menos a metade do valor gasto na compra de um modelo idêntico. Na minha opinião, esta é a melhor dentre todas as opções: um vestido novinho, por um valor mais em conta e sem a preocupação de guardá-lo após o uso. O único problema é que nem todas as marcas oferecem esta opção. Como o vestido vai passar pelo processo de confecção, como um vestido novo, procure a loja com pelo menos seis meses de antecedência.

b) Aluguel comum – Para as Noivas que são mais práticas e não se preocupam com exclusividade, o aluguel é uma bela opção. O valor de uma peça em aluguel é muito mais em conta do que um vestido novo. Mas fique atenta, ao realizar a prova da peça, é preciso conferir detalhadamente o vestido, verificando se está em perfeito estado de conservação em relação às manchas, rasgos e desfiados (já que ele já foi utilizado por uma outra Noiva). Isto pode evitar “surpresas” no dia do casamento.

Para escolher um profissional que possa atender todos os seus anseios, a regra é clara: pesquise. Reserve um tempo visitando alguns ateliês e lojas, se familiarize visualmente com a idéia, procure referências em blogs e revistas de Noiva. É um processo que leva um certo tempo, então não se cobre tanto. Quanto mais informações você tiver sobre o que está procurando, mais fácil vai ser de encontrar.

E acredite, o vestido de Noiva não é a hora de ousar demais. Vestidos podem ser armadilhas, se não combinarem com seu corpo, com seu estilo ou com o horário e o local da festa. Lembre-se que suas fotos de Noiva vão durar para sempre e você vai precisar gostar delas daqui a 20 ou 30 anos. A dica? Evite modismos! Não é porque você é a Noiva e vai pagar caro por esta peça, que vai realizar todas as suas fantasias em um mesmo vestido. Controle seus impulsos – o clássico nunca vai sair de moda!

Seja qual for a opção escolhida, informe-se sobre todos os termos do contrato antes de definir o vestido: como pode ser realizado o pagamento, quantas provas serão necessárias fazer, em que dia você poderá retirar o vestido, qual o prazo de devolução, se é preciso devolver lavado, se existe multa por atraso, e ainda, quais são as penalidades por eventuais danos na peça.

A última prova também é a hora certa para aprender sobre o seu vestido: como você vai fazer para abrir e fechar o vestido, como vai prender a cauda nos botões para suspendê-lo durante a festa e etc. Se for possível, peça para o seu cerimonialista que vai te ajudar no dia do casamento, para te acompanhar nesta última prova, assim ela também aprende todos estes detalhes.

Depois de todas estas informações, vamos as sugestões! Como estratégia, dividimos as opções de vestidos por horários da cerimônia:

* Cerimônia durante a manhã

11313156_753396081445607_7573816459402607684_o 906074_750474951737720_9198367847571859160_o

Os casamentos que acontecem pela manhã, geralmente, são mais descontraídos. Para combinar com a luz natural que a manhã oferece, opte por um vestido feito com um tecido leve e sem brilho. Para dar um toque mais requintado ao modelo, utilize rendas, bordados de linha, aplicações com pérolas ou pedras matizadas (sem brilho).

O caimento pode ser mais fluído e o comprimento do vestido não precisa ser necessariamente um longo, um longuete também pode ser uma boa opção. Fique à vontade para escolher a melhor para o seu tipo físico. Mas, por conta da informalidade, evite caudas arrastando na cerimônia.

Também é importante tomar cuidado com o tamanho dos decotes (tanto no colo, como nas costas), principalmente se a cerimônia for realizada na Igreja. Nunca é elegante mostrar demais o corpo dentro de um local sagrado, mas pela manhã, pode ser ainda mais chocante.

Os vestidos que ilustram este tópico são da estilista australiana Anna Campbell e o restante da coleção Spirit você pode ver clicando neste link aqui.

* Cerimônia durante a tarde:

carolina-herrera-11 11-2

Muitas Noivas sonham com uma cerimônia de casamento ao pôr do sol. Cerimônias românticas, que acontecem em um cenário ao ar livre, por volta das 16 e 18 horas. Neste caso, como o ritual começa com a luz do sol, mas acaba invadindo a noite, é preciso apostar em tecidos leves, podendo acrescentar um brilho de forma moderada, seja com fitas, pedras matizadas, pérolas ou cristais.

Os modelos pedem menos estrutura, e por conta da atmosfera romântica, apostar em uma saia mais lânguida é uma boa pedida. A melhor opção de comprimento para o horário é um vestido longo, que pode até ter uma ligeira cauda. Mas, se a Noiva fizer questão de usar um vestido curto, é possível usar um tailleur sem medo.

Também é preciso evitar decotes muito ousados por conta do horário, principalmente em cerimônias na Igreja.

Os vestidos que ilustram este tópico são da estilista venezuelana Carolina Herrera e o restante da coleção de Outono 2016 você pode ver clicando neste link aqui.

* Cerimônia durante a noite: 

0O7A00980O7A0167

As cerimônias noturnas são as preferidas pelas Noivas em todo o mundo. Os vestidos de Noiva usados à noite ganham ares mais tradicionais e muito mais brilho! Os tecidos podem ser mais pesados, o caimento mais estruturado e podem utilizar mais bordados.

É possível ousar um pouco mais no corte (com vestidos mais justos e com mais decotes um pouquinho mais profundos) e na cauda (que podem ser mais longas), mas é preciso cuidar sempre com os exageros, principalmente em cerimônias na Igreja.

Os vestidos que ilustram este tópico são da marca israelense Berta Bridal e o restante da coleção de Primavera/ Verão 2016 você pode ver clicando neste link aqui.

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
comentários