Infusões: como preparar corretamente.

09/02/2015 por Fernanda Barni de Almeida comentários

sucos-funcionais-cólica

Temos muita SORTE em viver em um país riquíssimo em quantidade e espécies de ERVAS medicinais. As ervas são excepcionais para nossa saúde, para o bem estar e claro, um ótimo “truque” para desintoxicar o corpo e perder uns quilinhos ANTES do casamento. Quer saber como obter todos estes benefícios? Fazendo INFUSÕES!

As infusões também são ideais para hidratar, repor líquidos após dias de exageros alcoólicos (tão comuns nas festas de casamento, por exemplo!), para acalmar os momentos excitantes (camomila, cidreira), para facilitar a digestão (alecrim, hortelã), para amenizar as cólicas (funcho) ou para minimizar anemias (salsa). As ervas aromáticas são preciosas ajudas diárias, desde que conheçamos as suas propriedades para o efeito que pretendemos.

Aliás, é fundamental que as pessoas saibam que podem procurar, seguramente, estes SUBSTITUTOS naturais aos medicamentos sintéticos que possuem contra indicações e efeitos colaterais.

Para tirar o máximo proveito das infusões que você for preparar, é preciso ter alguns cuidados especiais:

1 – Nunca deixar a água ferver! Deve-se esperar apenas o momento em que o fundo da chaleira começar a emitir umas bolinhas pequenas, sinal que a fervura está próxima;

2 – Desligar.

3 – Despejar as ervas sobre a água e deixar repousar de 5 a 10 minutos. Prefira sempre uma jarra de cerâmica ou vidro para esta etapa, evite o plástico.

4 – Coar! Se as ervas continuarem na infusão, vai haver libertação de taninos que conferem um sabor adstringente ao chá, aquela famosa sensação de “travar a língua”.

5 – Guardar em uma térmica ou em jarra na geladeira.  Neste calor, copinhos de chá ao longo do dia são bebidas refrescantes.

Utilizar o chá diariamente como um hábito saudável auxilia na saúde, principalmente a longo prazo, melhorando e otimizando todo o metabolismo do seu corpo.

Estão servidas?

 

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários