Emoções à flor da PELE!

01/09/2014 por Fernanda Barni de Almeida comentários

herpes

Por mais que a gente cuide da pele, usando diariamente os cosméticos adequados e o protetor solar, e até se submetendo a alguns tratamentos estéticos para melhorar a aparência e prevenir o envelhecimento, nem sempre nossos esforços impedem o ataque de um vilão silencioso: o ESTRESSE.

E não é só o estresse negativo, o chamado distresse — aquele que tensiona os músculos e causa dor de cabeça — que desencadeia disfunções cutâneas. O estresse positivo, chamado eustresse, que é gerado por situações felizes (como o planejamento do casamento, viagens, promoções, nascimento dos filhos) e pode acarretar às mesmas conseqüências, se a pessoa transformar o motivo de alegria em paranóia ou um motivo extrema ansiedade.

Difícil de acreditar? Mas quem nunca presenciou uma Noiva super eufórica, às vésperas do casamento, tendo um ataque histérico ao notar uma feridinha nos lábios ou uma espinha no nariz? Ou ainda, sendo surpreendidas por brotoejas ou vermelhidão no rosto ou nas mãos? Você achou que era coincidência ou puro azar? Mas existe, sim, explicação e prevenção para tudo isso.

A pele tem uma relação estreita com a nossa mente e reflete muito do que se passa em nosso interior, pois é altamente sensível às nossas emoções. Isso porque a pele, o maior órgão do corpo humano, reage progressivamente aos hormônios do sistema nervoso central, como a adrenalina e o cortisol, cuja produção aumenta em situações de tensão ou ansiedade. Em excesso, eles prejudicam o sistema imunológico e aumentam a produção das glândulas sebáceas, duas conseqüências atrozes para impulsionar o surgimento de problemas dermatológicos — dos mais simples, como dermatites e micoses, até os mais graves, como vitiligo e psoríase.

Em 2003, um estudo do Departamento de Psiquiatria da Universidade Western Ontario, no Canadá, concluiu que mais de 40% das manifestações cutâneas estão associadas aos transtornos psíquicos. As chamadas psicodermatoses podem acometer ambos os sexos, em qualquer idade ou raça.

Para você fugir desda estatística separamos alguns alimentos funcionais, relacionados com o que você mais precisa cuidar. Além de BEBER MUITA ÁGUA e ficar longe de frituras, sal em excesso e doces, praticar exercícios e não fumar (lógico!).

06 dicas INFALÍVEIS para pele e corpo!

* Emagrecimento: Opte pela ingestão de alimentos que aceleram o metabolismo, como chá verde, gengibre, canela, óleo de coco extra virgem, pimenta vermelha, orégano e cúrcuma (açafrão).

* Melhora da celulite: Diminua o sal, o açúcar, a ingestão de carboidratos complexos (prefira os alimentos integrais), e os alimentos que causam inflamação ao organismo, como o glúten. EM contrapartida, aumente a ingestão de chás diuréticos, como cavalinha, e alimentos ricos em silício, como: alfafa, broto de bambu, aveia, pepino, cavalinha, rabanete e espinafre.

* Acne: Prefira alimentos cicatrizantes e anti-inflamatórios, como: ômega 3, rabanetes, cúrcuma (açafrão), azeite de oliva extra virgem, cerejas e abacate.

* Envelhecimento cutâneo: Para prevenir, opte pela ingestão de proteínas, alimentos ricos em antioxidantes, como o resveratrol, presente no suco de uva integral e vinho tinto, chá verde, goji berry e frutas vermelhas.

* Unhas e cabelos: Alimentos ricos em zinco, como: carnes, fígado, gema de ovo, grãos integrais, crustáceos, farelos de trigo, nozes; e em magnésio, como carambola, melão, abacaxi, nozes e frutos do mar, ajudam a fortalecê-los.

* Herpes: Capriche nos alimentos ricos em vitamina C e exclua soja e seus derivados.

E para melhorar o seu estado EMOCIONAL, respire fundo e beba chás ao longo do dia com um mix de erva cidreira, erva doce e kava kava.

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários