Como escolher o tipo de recepção para o seu casamento?

08/05/2015 por Fernanda Barni de Almeida comentários

Seja um pequeno ou um grande evento, tudo é válido quando o intuito é comemorar a sua união. O mais importante é que tenha a cara de vocês e que, ao final da festa, não se tenha gasto mais do que pode.

Há diferentes tipos de recepção para casamentos. Você já escolheu o tipo que cabe em seu sonho (e orçamento)? Nosso post de hoje vai listar as características de cada uma delas, para te ajudar a eleger a melhor opção.

Para definir o tipo de recepção perfeito para o casamento de vocês, primeiramente, é preciso definir: o número total de convidados, a verba disponível,  o horário da cerimônia e a duração da festa.

Depois disso, é colocar as “mãos à obra”.

* Bolo & Champagne

Este tipo de recepção já foi muito mais comum do que é hoje. Ao final da cerimônia de casamento, no Salão da Igreja, os Noivos recebem seus convidados para os cumprimentos e um brinde de champagne (ou espumante) com bolo de casamento! Uma maneira elegante, discreta e econômica de receber os convidados.

É o tipo de recepção menos custosa e cabe bem em qualquer horário de cerimônia, além de ter uma menor duração (cerca de duas horas, mais ou menos). É perfeita para casamentos com poucos convidados, uma festa que inclua somente familiares e os amigos mais íntimos.

Apesar de íntima, esta recepção não deve ser realizada sem capricho! A decoração da mesa, por exemplo, deve seguir o mesmo estilo da ornamentação da Igreja. Sendo possível, ainda, ampliar o cardápio com docinhos variados, petit fours e bem-casados. Como serão servidas bebidas alcóolicas, é preciso servir bebidas sem álcool também, como refrigerantes e água. Servir um cafézinho em uma Samovar, também pode ser uma boa opção.

Para alegrar o ambiente, nada melhor que boa música! Escolha um trio de cordas, um saxofonista ou tecladista para fazer um som ambiente.

* Brunch

Captura de Tela 2015-05-08 às 13.58.50 Captura de Tela 2015-05-08 às 13.59.15

Se a cerimônia acontecer durante a manhã, você pode oferecer um brunch na recepção. Este tipo de recepção tem origem britânica e mistura comidas de café da manhã (breakfast, em inglês) com pratos servidos no almoço (lunch, em inglês). Este tipo de recepção exige mesa posta com layout de café da manhã e lugar sentado para os convidados,

Geralmente o serviço proposto é em forma de buffet, composto dos mais variados frios, frutas sortidas, ovos apresentados de diversas maneiras, sendo possível acrescentar legumes, saladas e pequenas porções de pratos quentes servidos individualmente, uma forma muito elegante de receber os convidados.

É possível servir bebidas alcóolicas leves, como os espumantes, mas é imprescindível que se tenha cafés, chás, águas saborizadas e diversos sabores de sucos disponíveis.

Escolha uma decoração com cores leves e apropriadas para a ocasião, além de músicas instrumentais ou MPB, boas opções para o horário.

* Almoço

Captura de Tela 2015-05-08 às 14.03.37

Para casamentos realizados no final da manhã, o almoço é uma ótima opção. O cardápio é completo e inclui desde serviço de coquetel na chegada dos convidados, até pratos principais, acompanhamentos e sobremesa. O cardápio deve conter, pelo menos, uma opção de massa, uma de carne, uma de peixe e uma de frango, para agradar a todos os paladares.

Em almoços, geralmente o serviço acontece à americana, com mesa posta e os convidados seguindo até os bufês para se servirem. Uma boa idéia é colocar menus impressos em cada uma das mesas, descrevendo o que será servido na festa.

Quanto às bebidas, dê preferências às fermentadas como cervejas, vinhos e espumantes, além de águas e refrigerantes. Um bar de caipirinhas também é uma ótima pedida! E para acompanhar o bolo, um café bem quentinho.

Para a decoração, opte por tons mais suaves, sem velas e brilhos, mas com muitas flores. E uma boa música para animar, como por exemplo, músicas internacionais conhecidas e MPB.

* Coquetel

Casamentos realizados no final da tarde podem optar por servir um coquetel. O serviço de coquetel consiste em servir aperitivos variados frios e quentes, e ainda, algumas opções de porções de pratos quentes servidos individualmente (evite frituras!).

Neste tipo de recepção, a quantidade de garçons contratados é muito importante. Além disso, para garantir que todos estão sendo bem servidos, é possível inserir algumas ilhas com comidas e bebidas em pontos estratégicos do salão.

Para acomodar os convidados, não é preciso mesa posta, alguns lounges com sofás, pufes e mesas de bar são suficientes para acomodar os convidados.

Como a festa inicia no final da tarde e termina a noite, a decoração é livre. Podendo utilizar de flores, velas e brilhos à vontade. A música pode iniciar mais calma, mas pode acabar animar na pista de dança com um DJ.

* Banquete

Captura de Tela 2015-05-08 às 14.15.02 Captura de Tela 2015-05-08 às 14.13.28 Captura de Tela 2015-05-08 às 14.13.45

Se o seu sonho inclui jantar e uma comemoração mais intensa , está é a opção certa para vocês. Um jantar de casamento tem o custo mais caro, mas tem a comemoração mais longa, já que a festa termina na pista de dança.

O cardápio é completo com opções de saladas, acompanhamentos, e pelo menos, uma opção de massa, de carne, peixe e frango. Utilizar menus impressos com o cardápio que será servido na festa, é uma ótima opção.

Você também pode servir algumas sobremesas ou deixar que a mesa de doces faça este papel. Para diminuir o nível de álcool durante a noite, pode servir um lanchinho na madrugada, ou ainda, organizar uma mesa de cafés à parte, com petit fours, marzipãs e frutas cristalizadas.

As bebidas podem ser as mais variadas: de cervejas à whiskey. É importante conversar com seu cerimonialista, observando o perfil dos seus convidados, para realizar o cálculo de cada tipo de bebida. E como a festa tem longa duração, não esqueça das águas e refrigerantes.

Como esta é uma festa noturna, a decoração inclui o que sua imaginação mandar: velas, flores, jardins suspensos, luzes e muito brilho! Abuse das cores e dos contrastes.

Quanto à trilha sonora, escolha músicas mais calmas ou instrumentais durante o jantar, e após a valsa dos Noivos, a pista de dança pode “esquentar” e permanecer animada até de manhã.

1. À Inglesa:

Este serviço não é muito utilizado, mas com certeza, é um dos mais sofisticados. Para utilizar um serviço à inglesa, é necessário lugar sentado no salão para todos os convidados. Cada lugar à mesa é composto de sousplat, prato, talheres, taças e guardanapo. O garçom leva o alimento à mesa e serve cada um dos convidados, sempre pelo lado esquerdo. Para garantir um bom serviço, é necessário um garçom para cada duas mesas de oito convidados.

2. À Francesa (ou empratado):

O serviço à francesa também exige que todos os convidados estejam sentados e acomodados. Cada lugar à mesa é composto de sousplat, talheres, taças e guardanapo. O prato de cada convidado vem bem elaborado e montado da cozinha e o garçom serve pelo lado esquerdo. Neste caso, um garçom pode servir até três mesas de oito convidados.

3. À Americana (ou buffet):

O serviço à americana é o serviço mais utilizado em casamentos, atualmente. É a melhor opções para grandes recepções, com mais de 300 convidados. Para este tipo de festa, é possível atender os convidados com 80% de lugares sentados e os outros 20% utilizando lounges em uma proposta mais descontraída, com banquetas, sofás e pufes.

Cada lugar à mesa é composto de sousplat, taças e guardanapo. Os pratos e talheres ficam à disposição nos bufês.

Para evitar longas filas, providencie uma estação a cada 70 ou 100 convidados, com dois garçons para ajudar os convidados a se servirem. O ideal é disponibilizar os pontos de bufê em áreas opostas do salão, facilitando o acesso para todos os convidados. As alimentos devem ser apresentados nesta sequência: saladas e entradas, e posteriormente, os pratos quentes em réchauds.

 

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários