Francine & Thompson.

10/04/2014 por Fernanda Barni de Almeida comentários

image

O “Marry me?” de hoje começou na escola… Mas não foi aí que o AMOR aconteceu! Precisou de alguns anos para amadurecer… Mas acabou em casamento!

“Eu e o Thom nos conhecemos no ano 2.000, quando entrei no Colégio Salesiano, em Itajaí – SC. Em 2002 estudamos na mesma sala. Éramos apenas colegas, tínhamos alguns amigos em comum, mas não éramos muito próximos um do outro.

O tempo passou e em dezembro de 2006 ambos começaram a trabalhar na Perdigão (atual BRF). Nós dois éramos comprometidos e nem imaginávamos que o destino já estava trilhando a nossa história.

Em 2009 meu antigo relacionamento terminou. Algum tempo depois, minha amiga Fabíola, que trabalhava comigo, comentou do Thom. Eu falei que achava ele “gatinho” e querido, mas que sabia que ele tinha namorada.

Meses depois, em uma festa do trabalho, esta mesma amiga, veio com uma notícia “bombástica”: “Fran, adivinha quem está solteiro? O Thom !!!” Meu coração na hora disparou, mas acho que até disfarcei bem!

Em fevereiro de 2010, durante o carnaval, fomos com uma turma do trabalho para uma casa de praia, na cidade de Zimbros. Não deu outra, no dia 15/02/2010, em um Bloquinho de Rua chamado Vila do Sapo, na cidade de Bombas, aconteceu nosso primeiro beijo! E continuamos nos conhecendo, ficando, almoçando, marcando sessões de cinema juntos, até o final de Março.

No dia 03 de Abril de 2010 eu passei um mês viajando de férias e estudando. Retornei no início de Maio, achando que continuaríamos exatamente onde paramos. Mas, devido a alguns mal entendidos, acabamos SE QUER cumprimentando um o outro.

Eu não escondia de ninguém o quanto gostava dele, mas achei que ele realmente não estava mais a fim de mim, então segui com a minha vida, porém quem conviveu comigo sabe que eu nunca o esqueci.

Em setembro de 2010 ele foi convidado a vir trabalhar no mesmo setor que eu. Olha aí destino agindo novamente ao nosso favor! Além do trabalho no dia-a-dia, começaram as festas e passamos a conviver novamente no mesmo grupo de amigos.

No dia 29/01/2011, em uma missa na Igreja do Bairro Fazenda em Itajaí, com a família da minha amiga-irmã Carol, eu abri meu coração à Deus. Eu disse a Ele: “Senhor, se ele realmente gosta de mim como eu gosto dele, abra os caminhos e guia nossas vidas, nossa história. Desfaça todo esse mal entendido! Eu entrego esse sentimento do meu coração a Ti, para que Tu tomes a Tua providência”.

E Ele não falha! Uma semana depois estávamos trocando mensagens e falando do sentimento que nutríamos um pelo outro.

No dia 12 de fevereiro de 2011, fomos com um grupo de amigos para as praias da Guarda do Embaú. E desde então estamos juntos, felizes, nos amando, apoiando, andando juntos na mesma direção. E claro, tem uma terceira pessoa no nosso relacionamento: JESUS!

Algum tempo depois fomos ao casamento de um casal de amigos e adivinhem? Peguei o bouquet! A partir daí comecei a fazer brincadeiras sobre o assunto, mas ele não dava muitos sinais de que estava decidido. Tempo depois programamos uma viagem para Buenos Aires e o Thom resolveu me fazer uma surpresa (mas que todos os nossos amigos já sabiam!).

No primeiro dia da viagem conhecemos todas as Igrejas ao redor do nosso Hotel, que ficava próximo à Casa Rosada. Quando chegamos a uma delas estava tocando a marcha nupcial, e confesso, pensei: “é um sinal”!

Na 2a feira de manhã, dia 18/03/2014, ele falou que gostaria de dar mais uma passada na Catedral para tirar mais fotos e eu até meio chateada falei: “Mas você quer rezar de novo”? Ao entrarmos na Igreja ele me mostrou as alianças e começamos a chorar JUNTOS. Assim, nós noivamos na Catedral Metropolitana de Buenos Aires! Não poderia ter sido mais bonito!

Hoje o meu pedido a Deus é de que eu consiga devolver ao Thom toda felicidade que ele me dá! Tenho muito orgulho de amar e ser amada por um homem com coração de menino, lindo por dentro e por fora, engraçado, batalhador, humilde, apesar de muito culto e inteligente!

Bem, esta é nossa história… Agora é planejar o casório (que vai se realizer em meados de 2016) para CELEBRAR este amor!

Fê, conto com a sua ajuda, hein”?

Fran, pode contar comigo e com o OMG!

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários