Jardim suspenso, o queridinho da decór.

20/01/2014 por Fernanda Barni de Almeida comentários

Casamento-Cuiaba-Camila_Alvaro-26-560x373

Os Jardins Suspensos da Babilônia foram uma das 07 Maravilhas do mundo antigo. Até aí, tudo bem. Acontece que eles nunca estiveram TÃO na moda no mundo casamenteiro.

Segundo especialistas do ramo, tudo o que estiver a pelo menos 1,5m do chão, ganha MAIOR destaque na decoração. Além disso, quanto mais elementos iguais estiverem concentrados no mesmo lugar, mais visibilidade vão ter. Posso arriscar dizer que são por estes motivos, que os jardins suspensos estão fazendo tanto sucesso!

Tudo começou com velinhas penduradas no teto, em pequenos vasinhos de vidro. Depois foi a vez das luminárias japonesas, das gaiolas, e por fim, dos lustres com MUITAS flores. A evolução, então, para tornar a decoração cada vez mais glamurosa, são verdadeiros jardins montados nas alturas! Eles são feitos com grandes estruturas de madeira e espuma, com redes e muitas flores encaixadas!

_MG_1643-1 _MG_1637 _MG_1445

Não dá pra ser mais lindo, não é? Os jardins suspensos podem combinar com recepções ao ar livre, em decorações nos gazebos onde a cerimônia acontece. Mas, são nos Salões de Festa mais tradicionais, com “pés direito” altos, que este tipo de decoração mostra toda a sua majestade, já que com bastante espaço, a decoração da festa não vai parecer achatada pelas flores.

Como esta decoração exige MUITAS flores, procure não fazer por todo o salão da festa, dê preferência para corredores, lounges e logicamente, às mesas de bolo e doces, que merecem maior destaque!

Uma outra dica importante é ter certa cautela na altura dos arranjos das mesas, para que não acabem conflitando com o jardim suspenso. Para não ter erro, aposte em arranjos baixos.

Casamento_LaLuna_Rosa-23-560x389 Casamento_LaLuna_Rosa-011-560x373 Casamento_LaLuna_Rosa-08-560x373 Casamento_LaLuna_Rosa-03-560x373

 

 

postado por
Fernanda Barni de Almeida
Formada em Direito, descobri não ter talento para falar de coisas tristes. Romântica e apaixonada, criei o OMG para falar do que mais gosto: o amor.
TAGS
comentários