Lua de Mel no Camboja.

26/02/2014 por Alessandra Verna comentários

Quando pensamos no Camboja, imediatamente nos vem à mente um país sofrido pela guerra civil, monges, santuários e templos. Mas o país é muito mais que isso, na verdade, uma visita é uma aula de história, um deleite arquitetônico e um exemplo tocante de sobrevivência.

Além disso, possui praias de água cristalina acessíveis apenas de barco, manguezais, montanhas, florestas e cachoeiras quase desertas, cozinha delicada e aromática, místicos templos e uma capital cosmopolita. Tudo isso faz do Camboja um dos destinos mais empolgantes do Sudeste Asiático.

A parte mais mágica e memorável para os casais em lua-de-mel é a possbilidade de se hospedar em resort em uma ilha privativa, com bangalôs sobre as águas. Sim… esta possibilidade não existe apenas nas Maldivas, Tahiti ou Fiji. No Camboja, este sonho é real e seu nome é Song Saa Private Island.

A agência de viagem TM Travel, nossa parceira e especialista em lua-de-mel, vai nos mostrar como é possível aliar templos mágicos com praias intocadas e muito romantismo. Pode anotar o Camboja na sua listinha de próximos destinos, você vai se apaixonar!

cambojaaimage camboja1

Por que ir?

Nas águas cor de safira do Camboja, as paisagens são verdadeiras jóias naturais ainda rústicas e pouco exploradas.

Para os apaixonados que estão em busca de uma experiência em uma ilha tropical verdadeiramente exclusiva, encontram no Hotel Song Saa Private Island o destino ideal para esquecer o mundo e curtir um ao outro.

Comida deliciosa e surpreendente, a cozinha khmer é uma grata mistura de tudo o que a Ásia tem de melhor, sempre feita com ingredientes frescos e geralmente cozidos no carvão. Os sabores envolvem uma pitada de ervas vietnamitas, umas colheradas de molhos tailandeses, com o curry da Índia, tudo misturado ao jeito chinês… pratos pra lá de afrodisíacos! Perfeito para a sua lua-de-mel.

Na capital Phnom Penh, centenas de monges cobertos em vestes laranjas caminham tranquilamente em bulevares arborizados, rumo aos templos budistas. O contraste é nítido face ao barulho de motos, tuk-tuks, bicicletas e veículos que disputam um lugar nas ruas.

Os mercados, ricos em sedas, comidas, pechinchas diversas e souvenires, borbulham desde as seis da manhã. Vale o passeio!

O Camboja exala história, cultura, romance e muitas crenças. Sua viagem não vai ter monotonia, você vai amar cada dia do seu passeio!

Quando ir?

O clima é tropical, com altas temperaturas durante todo o ano. A melhor época para se visitar o país é entre outubro e janeiro, fora da estação de monções ( a estação das chuvas). Durante o verão, que vai de maio a setembro, os termômetros alcançam 40ºC.

Dica:

Não vale à pena vir de tão longe somente para visitar o Camboja. Desta forma, sugerimos que o casal combine a visita com outros países, como Tailândia, Laos e Vietnã. Assim, para conhecer bem o Camboja, reserve ao menos três dias para explorar Siem Reap e arredores, visitando os templos de Angcor Vat, Ta Prohm, Banteay Srei e Banteay Kdei, para terem um bom panorama da cultura khmer e conhecer o melhor do país.

O que fazer?

O palácio, residência do Rei Norodom Sihamoni, construída no século 19, com seus domos khmer e detalhes dourados é ponto de referência visual e atração mais ilustre da capital do país. Um santuário de paz dentro da agitada metrópole, o complexo abriga pavilhões de arte, jardins exuberantes e inúmeros templos construídos no tradicional estilo arquitetônico Khmer.

Indispensável se faz a visita ao Pagoda de Prata, dentro do complexo, que deve seu nome ao chão construído com mais de 5 mil placas do metal precioso, cada uma pesando um quilo. Budas em cristal Baccarat, ouro, mármore e pedras preciosas, assim como artesanatos, joias e afrescos dão uma amostra de todo o brilho e riqueza da arte Khmer.

Para aprender mais sobre a triste história do Camboja, não deixe de visitar o museu Tuol Sleng, em Phnom Phenh, um antigo centro de tortura e detenção das vítimas do massacre. Outro lugar arrepiante é o Choeung Ek, a cerca de 15 quilômetros da capital, um antigo campo de extermínio que hoje abriga um museu, valas comuns e uma torre de vidro repleta de caveiras humanas.

Siem Reap, é ponto de partida para o que algumas pessoas chamam oitava maravilha do mundo: Angkor Wat. O templo, que estampa a bandeira nacional, que dá nome à cervejas e hotéis, é muito mais do que uma obra de arte arquitetônica: ele é o epicentro e fonte maior de orgulho da civilização Khmer, um casamento estonteante de espiritualidade e simetria. Angkor Wat é considerado o maior edifício religioso do mundo.

O complexo Angkor, que conta com quase mil ruínas de templos em diferentes estados de conservação pode ser visitado de tuk-tuk, carro ou bicicleta, em passes de 1, 3 ou 7 dias. Além de Angkor Wat, é bastante célebre o templo de Ta Prohm, cenário do filme Tomb Raider.

Informações Úteis:

* Moeda Local: Riel, porém o dólar é bem aceito.

* Fuso horário: Dez horas a mais que a hora de Brasília.

* Vistos e Vacina: É necessário, mas os vistos são emitidos em postos fronteiriços e alguns aeroportos. A vacina de febre amarela não é obrigatória, porém recomendada.

* Gorjeta: É comum e bastante utilizada para camareiras, guias e garçons. O valor varia entre 15% a 20% dos serviços no caso de restaurantes.

* Como chegar: Não há voos diretos entre Brasil e o Camboja. Prepare-se então para fazer uma longa viagem com pelo menos duas escalas até chegar ao Aeroporto Internacional de Phnom Penh (capital). As rotas são diversas e invariavelmente são cobertas em dois trechos longos e um mais curto, partindo de cidades da região, como Bangcoc e Cingapura.

Sugestão de Hotel:

SongSaaPrivateIslandResort SongSaaPrivateIslandResort0 SongSaaPrivateIslandResort2 SongSaaPrivateIslandResort10 SongSaaPrivateIslandResort11 SongSaaPrivateIslandResort1 SongSaaPrivateIslandResort5 SongSaaPrivateIslandResort3image

Song Saa Private Island

Localizado na água morna no Golfo da Tailândia, longe da agitação e do caos das grandes cidades, está o Song Saa Private Island Resort, um oásis tropical que tem como objetivo desligar os hóspedes de qualquer tipo de stress. O hotel abrange as illhas Koh Quen e Koh Bong. As duas estão ligadas por uma passarela para preservar a vida marinha. E não é só as belezas externas da ilha que chamam atenção, mas o Resort, conhecido como The Sweetheart, está especialmente preparado para que o casal possa viver momentos íntimos e apaixonantes.

Extremamente luxuoso e recluso, o hotel possui praias privativas limpíssimas com areia branca brilhante.

Construídas sobre a água, praia, ou colina, com materiais naturais, as 27 vilas luxuosas oferecem um ou dois quartos, uma sala de estar confortável, terraços isolados, piscinas privadas e decks com vista para o mar, de onde é possível apreciar o entardecer, quando o céu e a água começam a mudar de cor, e é nessa hora que os apaixonados têm a certeza de que estão num pedaço do paraíso.
No Santuário The Song Saa, estão inclusas sessões de ioga e meditação, além do spa com tratamentos de massagens relaxantes (esses pagos à parte).

Com a política de pensão completa, todas as refeições, incluindo as bebidas e o minibar estão inseridos na tarifa. O chef Neil Wager, que já cozinhou para a realeza e para celebridades, comanda o restaurante, e seus pratos misturam os sabores ocidentais e da cozinha cambojana, levando os recém-casados ao delírio.

Para um passeio pra lá de romântico e especial, sugerimos aos enamorados que façam uma viagem de 30 minutos de lancha para Five Mile Beach, na próxima Koh Rong. Enquanto o casal mergulha nas águas mornas turquesa, a equipe do hotel montará guarda-sol, almofadas e um piquenique gourmet.

wedding-blessing-option-at-song-saa

Além da lua de mel, aqueles casais que pensam em um matrimônio (ou a renovação de votos) em um lugar exótico, encontram no Camboja e no Resort Song Saa Private Island a combinação perfeita, pois a Ilha também está preparada para celebrar o momento da união do casal, em um lindo destination wedding.

A TM Travel oferece diferenciais exclusivos para casais em lua-de-mel. Para criar um roteiro personalizado, entre em contato com a especialista em lua-de-mel, através do e-mail ale@tmtravel.com.br ou pelo telefone (11) 5051.0871.

postado por
Alessandra Verna
Especialista em lua de mel na TM Travel, agência que oferece assessoria e consultoria para o planejamento de roteiros de viagem personalizados aos noivos, além de diferenciais exclusivos.
TAGS
comentários