Lua de Mel na Tailândia.

09/04/2014 por Alessandra Verna comentários

Destoantes, as paisagens são apenas um dos motivos que fazem deste o país o “queridinho” do sudeste asiático. Gastronomia, história, religião e uma boa dose de agitação deixam a Tailândia ainda mais atraente, exímia na arte de satisfazer os mais diversos desejos. Com cidades e praias incríveis, a Tailândia é o cenário perfeito para a sua viagem de lua-de-mel dos sonhos.

A agência de viagem TM Travel, nossa parceira e especialista em pacotes de lua-de-mel, nos mostrará porque escolher a Tailânda, tão distante de nós, como o destino para celebrar o amor, logo após o SIM.

Por que ir?

A Tailândia faz divisa com o Laos, Cambodia, Myanmar e Malásia. “Experimentá-la” é, no mínimo, deixar-se levar pelos cheiros, cores, sabores e exotismo desta região que é a campeã do turismo no sudeste asiático. Tal façanha, obviamente, tem um porquê, ou melhor, vários.

Bem ao norte, em meio ao verde da mata, os templos sagrados Chiang Mai, evidenciam, de maneira única, a espiritualidade do país budista. Por sua vez, na incomparável capital, Bangkok, o frenesi tailandês atinge o seu auge, ao mesmo tempo em que ganha equilíbrio com riquezas históricas pontuadas em meio à metrópole.

No extremo sul, quase na fronteira com o Cambodia, um pedaço composto por praias paradisíacas e ilhas quase desconhecidas, como a Koh Kood, confirma: este país de tão diverso, fica ainda mais surpreendente.

bangkok bangkok2 bangkok3 bangkok4 bangkok5

BANGKOK

Capital e a maior cidade da Tailândia, Bangkok não é um lugar para quem busca sossego. Moderna e cosmopolita, tem uma vida noturna instigante, excelentes shoppings centers e mercados com produtos a preços inacreditavelmente baixos.

Típicas das grandes cidades, essas características convivem, porém, com um lado “zen” e riquíssimo em história. Para se ter uma idéia, entre palácios e templos, há mais de 430 espalhados pelos cerca de 1.500 metros quadrados de território.

A cozinha também se destaca. Legumes, carnes, peixes e sopas ganham um tempero geralmente picante para deixar o arroz, base das refeições tailandesas, mais atraente. Para a sobremesa, apesar de as frutas tropicais como, manga, abacaxi e banana serem abundantes, a pedida é experimentar o famoso durian, também conhecido como “fruto dos deuses”, dado o sabor que tem.

Chiang Mai Chiang-Mai-Thailand2 Chiang-Mai-Thailand3 Chiang-Mai-Thailand4 Chiang-Mai-Thailand5

CHIANG MAI

Distante cerca de 800 Km de Bangkok, a região de Chiang Mai é marcada por uma imponente floresta equatorial que dá ao lugar um caráter todo especial. Apesar de ser uma área de selva vasta, conta com boa estrutura de aeroportos, hotéis, resorts e um comércio com grandes shoppings.

Fundada em 1926, Chiang Mai também é o centro cultural e espiritual do norte da Tailândia. A cidade velha, rodeada por um fosse e muralhas fortificadas, apresenta um labirinto de mercados, ruelas e templos antigos.

Vale a pena conhecer, também, seus arredores, onde é possível ver magníficos jardins, aldeias tribais e fazendas de criação de elefantes. Os povoados que ali vivem são conhecidos pelos trabalhos artesanais com porcelanas, peças em seda, esculturas em madeira, entre outros produtos.

koh kood koh kood2 koh kood3 koh kood4 koh kood5

KOH KOOD ISLAND

A ilha de Koh Kood é vizinha do Cambodia e soma 105 quilómetros quadrados, sendo a segunda maior ilha da província de Trat. Repleta de hotéis bacanas, é um destino cobiçado durante o verão, tanto pelos amantes da natureza, quanto por quem busca dias de sossego e muito conforto.

As areias brancas e as águas azul turquesa são um convite para relaxar e namorar a beira-mar, mas outras atividades contemplam, também, os aventureiros, como cursos de mergulho, snorkelling e caiaque. Para explorar, há cachoeiras, ótimas trilhas para trekking e passeios de bicicletas. Os interessados em pescar podem, ainda, passar um dia inteiro em um tradicional barco tailandês, acompanhado de um pescador local.

Quando ir?

A melhor época para se visitar a Tailândia é entre os meses de novembro e fevereiro quando a temperatura média diminui e praticamente não chove.

O que fazer?

• Visitar o mercado Flutuante Tha Kha, pois é um dos mais tranquilos. O mais visitado, Damnoen Saduak, chega a receber milhares de turistas todos os dias e se torna uma loucura. Os mercados vendem frutas, verduras e souvenires;

• Visitar o Rama II Park – Com quatro edifícios no estilo tailandês, o Rama II Park exibe objetos de arte e imagens que revelam como as pessoas viviam no período de 1809 a 1824, quando o rei Rama II governou;

• Visitar um dos templos mais conhecidos de Chiang Mai, o Wat Prathat Doi Southep, localizado no topo de uma montanha, a 1.056 metros de altura. Com 290 degraus, foi construído pelo rei Gue-Na em 1383. Em seu centro, existe uma grande “chedi” (pagoda em forma de espiral) com relíquias de Buda. O local é considerado sagrado para muitos tailandeses;

• Visitar o Grand Palace, o qual localiza-se em uma área equivalente a 28 campos de futebol. Cercado por uma muralha de 19Km, o complexo tem 28 prédios, que vão de templos budistas a museus e institutos de pesquisa. O ápice da visita ao conjunto é vislumbrar o santuário Wat Phra Kaew, onde fica o Buda de Esmeralda, entalhado em uma gema única de 5kg e 45cm de altura. Outros templos famosos que também devem ser visitados são o Wat Trimitr, que abriga um Buda de ouro maciço e o Wat Pho, o mais extenso de Bangkok e onde está o Buda Reciclado.

Informações Úteis:

• Moeda Local: Bath Tailandês.

• Língua: O idioma oficial é o tailandês, mas o inglês é amplamente falado.

• Fuso horário: Dez horas a mais que a hora de Brasília.

• Como chegar: Não há voos diretos do Brasil para a Tailândia. É preciso fazer uma conexão seja na Europa ou algum país dos Emirados Árabes. Algumas da opções são: Turkish, via Istambul; Etihad, via Abu Dhabi; Emirates, via Dubai, Qatar, via Doha.

• Vistos e Vacina: Visto não é necessário para a permanência de 90 dias. Apenas passaporte com validade mínima de 06 meses da data do embarque e, ao menos, duas páginas em branco, lado a lado. A vacina de febre amarela é obrigatória, (aplicada no mínimo 10 dias ates da viagem), acompanhada do Certificado Internacional de Vacinação.

• Gorjeta: É comum e bastante utilizada para camareiras, guias e garçons. O valor varia entre 15% a 20% dos serviços no caso de restaurantes.

Experiências que fazem a diferença:
• Conhecer alguns dos restaurantes de Bangkok. Sugerimos: Face Bar, Long Table, Vertigo ou The Dome;

• Além de curioso, é divertido passar por um mahout a aprender a treinar, alimentar e dar banho em um elefante. Quando o animal está preparado, o aluno faz um passeio com ele por entre campos de arroz;

• A 140Km da Tailândia, já no Laos, a cidade de Hauay Xay, capital da província de Bokeo, convida a ingressar em uma pequena embarcação com destino a Luang Prabang, considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO.

Lá, além de conhecer os templos, museus e palácios, vale hospedar-se no Amantaka, um antigo prédio da época da colonização francesa, cujo nome deriva da palavra “aman” que significa paz em sânscrito, e “Tipitaka” o mesmo que “ensinamentos de Buda”na literatura Teravada (a mais antiga escola budista).

Dica:

• Durante as visitas aos templos sagrados, ombros e pernas à mostra são proibidos! Também é essenciasl que os pés estejam descalços. Por isso, sugerimos vestidos longos e pashiminas para as mulheres e calças para os homens.

Sugestões de Hotel:

* Bangkok – Sukhothai

Sorrisos presentes na sua chegada e em todos os momentos: no serviço intuitivo nos restaurantes, quando os atendentes da piscina colocam em sua mão uma toalha, quando o seu treinador de tênis faz você se dedicar em uma disputa amigável; ou quando você fecha os olhos e, então, finalmente os abre no final do seu tratamento de spa. Todos os sorrisos são para você no The Sukhothai.

Um santuário situado no movimentado coração de Bangkok. A poucos passos das áreas comerciais e de entretenimento. A poucos passos de todos os mercados, do rio e de todas as compras que você sempre quis fazer. A sua “casa longe de casa”, um refúgio conveniente para um dia ocupado e agitado.
O hotel perfeito para a viagem de lua de mel!!!

sukhothai-chedi-night sukhothai sukhothai-buddha-pond sukhothai-beaufort-suite

* Chiang Mai – Four Seasons

O Four Seasons Resort Chiang Mai oferece vista para os arrozais e as montanhas do Vale Mae Rim.

Para os casais em lua de mel recomendamos a hospedagem em uma das luxuosas casas de campo com área de estar ao ar livre, além de spa e piscina. Decoradas com quadros originais e obras de arte siamesas, as instalações incluem piso de teca polida, tecidos tailandeses em cores vivas, além de um banheiro privativo com closet e vista para o jardim.

Os restaurantes servem uma ampla variedade de especialidades tailandesas, asiáticas e internacionais. O lounge em estilo de tenda oferece uma seleção de coquetéis, digestivos e petiscos.

Estar hospedado no Four Seasons Chiang Mai é como se hospedar em um pedacinho do céu…

FourSeasonsChiangMai FourSeasonsChiangMai2 FourSeasonsChiangMai3 FourSeasonsChiangMai4 FourSeasonsChiangMai5 FourSeasonsChiangMai6 FourSeasonsChiangMai7 FourSeasonsChiangMai8 FourSeasonsChiangMai9 FourSeasonsChiangMai10 FourSeasonsChiangMai11 FourSeasonsChiangMai12

Koh Kood – Soneva Kiri

Acessado somente por jato particular do resort, o Soneva Kiri, na ilha de Koh Kood, a uma hora de Bangkok na Tailândia, é um refúgio ecológico de luxo com verdadeiras surpresas em gastronomia, lazer e bem-estar.

O visitante é conduzido por seu próprio mordomo a uma das 29 villas ou 8 residências rústico-chique do resort, com piscina de borda infinita e amplo solário. Bicicletas e um carrinho de golfe também ficam à disposição para o hóspede se locomover pelos 60 mil hectares de área do resort e acessar, por entre perfumados jardins, as praias, seu spa e os 8 bares e restaurantes que incluem o Benz, de comida Tailandesa, salas de sorvete e chocolate, e é claro, o Tree Pod, mesa de jantar no topo de uma árvore onde se é servido por um garçom em tirolesa.

No irreverente menu de atividades, aulas de yoga, pesca, mountain bike e esportes náuticos além de passatempos como jardinagem, coleta de mel, aulas de culinária Thai, cinema paradiso e planetário.

SoneKiri SonevaKiri2 SonevaKiri3 SonevaKiri4 SonevaKiri5 SonevaKiri6 SonevaKiri7 SonevaKiri8 SonevaKiri9

A TM Travel oferece diferenciais exclusivos para Noivos. Para criar um roteiro personalizado, entre em contato com a especialista em lua-de-mel através do e-mail ale@tmtravel.com.br ou pelo telefone (11) 5051.0871

postado por
Alessandra Verna
Especialista em lua de mel na TM Travel, agência que oferece assessoria e consultoria para o planejamento de roteiros de viagem personalizados aos noivos, além de diferenciais exclusivos.
TAGS
comentários